O FEITIÇO DAS ÁGUAS

  Giulietta era uma bruxa. Avessa às montanhas e florestas, morava no interior de uma famosa fonte em Roma. Naquela manhã, após berrar os costumeiros palavrões em direção ao céu ensolarado — qual a graça de um dia sem nuvens? —, ela avistou um homem despejando moedas de ouro nas águas de sua casa. Curiosa,…

CONTO CURTO DE TERROR

  Bernardo desceu os degraus da enorme escadaria de pedra. No ar úmido e frio da masmorra havia um forte odor adocicado de sangue. Nenhum outro cheiro o atraía com tamanha intensidade. Respirou fundo, desejando prolongar a sensação excitante, e sorriu: aquela noite não poderia ter sido mais perfeita. O corpo degolado da vítima ainda…

LOUCURA DE AGOSTO

  Naquele bairro, o fim de julho era marcado pela loucura de Alfredo Bini, que entrava em seu carro imaginário e seguia em disparada pelas ruas apertando uma buzina presa ao cinto. As corridas noturnas aconteciam apenas em agosto. Nos outros meses, Bini era um funcionário exemplar. Trabalhava no boteco do Juca, levando uma vida…

DOIS ESTRANHOS E UMA NOITE VAZIA

  Caminhei pela rua deserta em mais uma noite abafada. Ele me esperava na esquina. Não sentia medo, mas uma excitação marcava minha pele num longo arrepio. Pensar no perigo tornava a respiração curta.  A verdade é que fui invadida por uma alegria inesperada e fora de lugar: minha sensação de vazio havia sido diluída…

O ESTRANHO CASO DO TREM

O trem para Viena saiu da estação às cinco horas da tarde. Na cabine, além do Dr. Godofredo Bauer, havia um homem franzino, sentado à janela. Ao passarem pelo primeiro túnel, o estranho rompeu o silêncio: — Eu sou uma caixa. A repentina declaração não impressionou o psiquiatra. Godofredo estava acostumado a lidar com os…

O SEGREDO DE SOFIA

    Sofia atravessou a rua ao cair da tarde. Pontual, Adolfo a esperava no lugar combinado. Naquela noite ela decidira confidenciar o segredo que a atormentava: — Há um cisne dentro de mim. Adolfo não disse uma palavra, e Sofia prosseguiu: — Você não o vê? Ele prometeu que ficaria visível. Diante do olhar…