DC Comics e seu universo televisivo fantástico (Arrow e The Flash)

A DC Comics pode não ser referência se estivermos falando de cinema, mas quando o assunto é série de TV a companhia dá um show. Sem nenhuma relação com a conturbada trama do universo cinematográfico – ou acontece em outra Terra? -, o universo televisivo DC chegou ao fim de mais um arco, marcado pelos términos das temporadas de estreia de Legends of Tomorrow e Supergirl e do final da quarta e segunda temporadas de Arrow e The Flash, respectivamente. Falaremos aqui sobre Arrow e The Flash, os carros-chefe emissora CW.

Sobre Arrow, a primeira série de herói que explodiu na TV se restabeleceu depois de uma terceira temporada confusa e enrolada. No quarto ano, Oliver Queen mantém a esperança de que ainda pode expulsar seu lado sombrio, criando laços fortes com outros personagens e passando por provações cada vez mais complicadas para salvar o mundo. Mais do isso, a quarta temporada serviu para resolver as tramas inacabadas que a terceira deixou, como o rolo da Liga dos Assassinos. Digamos que o quarto ano de Arrow teve duas funções: corrigir os erros da temporada anterior na primeira metade e desenvolver a história principal depois do hiatos. Sendo assim, a primeira aposta da Warner na TV se mostrou bem competente, deixando, inclusive, a obra mais ao gosto dos fãs. Os vilões e os visuais do próprio arqueiro e dos companheiros estão lembram bastante os desenhos e HQs. Por falar em antagonista, Damien Darhk levou o terror na medida certa à Central City, com uma atuação digna do ator Neal McDonough. Um ponto negativo que acompanha Arrow desde o início é sua coreografia nas cenas de ação, que é muito ensaiada e falsa. No geral, a experiência não é comprometida a ponto de ser rebaixada, porém poderia ser melhor.

 

arrow1

 

E é ao gosto dos fãs que The Flash se mantém como o projeto mais ambicioso da emissora. Depois da excelente temporada de estreia, cujo ano apresentou o famoso Multiverso, a segunda temporada teve a missão esclarecer um pouco mais essa fase marcante das histórias da DC Comics na TV.

 

Ainda um pouco confusa para os mais desavisados, histórias envolvendo espaço e tempo podem ser embaraçosas, porém The Flash faz a linha explicativa e não deixa ninguém no escuro. Na trama do segundo ano, Barry Allen precisa lidar com as consequências que causou na season finale do ano anterior, quando abriu uma fenda no espaço. Com isso, foram revelados outros universos paralelos e dezenas de novos perigos. O Flash ainda está em fase de amadurecimento e aperfeiçoamento dos seus poderes, mas ainda é o homem mais rápido do mundo – ou somente do seu. O vilão da vez é outro velocista, o assustador Zoom, o mais rápido da Terra 2,  que deseja se tornar o maior velocista de todos os universos. A temporada tem seus momentos nostálgicos, com personagens e atores clássicos retornando aos seus papéis, cenas de cortar o coração e de explodir mentes, porém não podemos deixar de lado os episódios que interferem um total de 0% a história principal, o que, pelo menos para mim, foi um incômodo. Tirando o ponto fraco da CW em suas séries, a ação, The Flash tem o pacote completo. Trama e roteiro bem estabelecidas, atuações dignas – destaque para Grant Justin que convence como Barry – e um visual perfeito. Um receio que tive quando anunciaram a série do Flash era se a emissora iria conseguir cobrir o alto custo dos efeitos visuais da série – que são muitos. Para a surpresa e felicidade de todos – inclusive a minha – a obra está mais de pé que nunca!

 

flash

 

Arrow e The Flash são duas das melhores séries da atualidade. De lado temos uma série mais sombria, realista e técnica; do outro, ficção, nostalgia e descontração marcam a série do velocista escarlate. Quando se juntam em crossovers, a experiência é ainda melhor, com o melhor dos dois projetos em um único episódio. É para qualquer espectador abrir um sorriso ao final da exibição.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s